Livros e filmes

Você já se deparou com seu lado mais sujo? Mais obscuro? Já se deixou levar por alguma decisão que considerava errada, mas mesmo assim fez? A série Black Mirror dá um baque para quem começa a ver sem estar preparado com o conteúdo que o espera.

Inúmeras vezes em nossas vidas precisamos nos deparar com situações complicadas. Talvez não sejam assim tão complicadas quanto as decisões que série nos propõe, mas tenho certeza que em algum grau, mais leve ou mais grave, você já se deparou com decisões que confrontavam seus valores e algumas vezes até já agiu contra o que acreditava, pois achou certo naquele momento.

Leia o texto até o final e entenda um pouco mais, mas até lá pense nesse pergunta:

Até que ponto você é fiel aos seus valores, ao que acredita?

 

Black Mirror

A começar pelo nome que é perfeito, a série cumpre a proposta de colocar suas personagens de frente com seu lado mais obscuro na metáfora do “espelho negro” na tradução mais literal. Porém, o que muitas pessoas talvez não saibam, é que o nome na realidade se refere aos espelhos negros existentes nas tecnologias que não param de avançar, como a tela de um celular, da TV, tablets, monitores e etc.

O jornalista britânico e autor da série Charlie Brooker em uma entrevista ao The Guardian descreveu a série:

“Se a tecnologia é uma droga então quais são precisamente os efeitos colaterais? Este espaço é onde Black Mirror, minha nova série de televisão, está localizada.”

Ele encara a tecnologia como uma droga no sentido de produzir os mesmo efeitos viciantes nas pessoas e descreve nossa realidade como sendo um dilema entre os benefícios e malefícios que ela traz.

Outra característica dessa série é que cada episódio tem personagens diferentes e cenário diferente. O autor resolveu não colocar uma personagem principal como é normal em séries, mas todas elas tem foco em uma personagem e cenários que refletem nossa realidade. Para algumas pessoas isso tira a característica de ser uma série, porém nesse caso o tema é o grande foco.

Se você nunca viu e ficou interessado, prepare-se para ver cenas fortes que confrontam alguns valores de forma bem pesada. Se já viu e nunca pensou nisso, procure se colocar no lugar das personagens e responsa a pergunta a seguir.

Conteúdo exclusivo!

Registre-se e receba gratuitamente.

E se fosse você?

Em todos os episódios que assisti dessa série eu me fiz essa pergunta, será que eu faria o mesmo?

Algumas situações são bem pesadas e são dilemas que envolvem nossos valores mais complexos. A maioria deles fala diretamente da reputação e da própria vida, que é no que a tecnologia influencia mais. Sem estragar ou dar spoiler vou dar alguns exemplos de dilemas para entender e você responde:

  • Estragar sua reputação expondo uma atitude muito suja sua ou aceitar uma chantagem que precisaria ir contra alguns valores sociais como matar, roubar, etc?
  • Continuar seguindo seus valores contra o sistema ou aceitar uma proposta do sistema e abandonar o que acredita?
  • Faria algo muito nojento que marcasse para sempre sua reputação para salvar vidas?

Bom, esses são alguns dilemas que o episódio nos mostra e as personagens tem as suas atitudes, mas e você? O que faria no lugar deles se fosse com você?

Eu acredito que o que mais me atraiu nessa série e faz eu escrever sobre ela hoje para você são esses dilemas. Todos os dias nos deparamos com várias situações que precisamos decidir entre um valor e um grande desejo e o que fazemos?

Eu já cai em tentações que vão contra valores meus e me sinto muito mal por isso, mas então por que fiz? Eu também já me deparei com um situação que fui firme no que acreditava e deixar de ganhar muito dinheiro, mas e se eu fizesse o contrário?

E você? Já teve situações assim? O que você fez? O que faria? O que fará a partir de hoje?

 

Luz e Sombra

Eu já comentei em muitas postagens a questão de luz e sombra. Todos temos o lado luz e o lado sombra e quanto maior a luz, maior também a sombra. Talvez isso seja um pouco difícil de entender, mas esse série é uma grande metáfora desse conceito.

Já conheceu uma pessoa super boazinha que quando fica brava se transforma totalmente? E alguém que é tão justo que acaba sendo injusto quando quer fazer a “justiça” que acredita? Ou ainda alguém que sempre tem um discurso ótimo, mas na hora de agir acaba fazendo o contrário?

Esses são exemplos de luz e sombra e não é uma regra universal, mas algo para ficarmos atentos! A melhor maneira de combater o lado sombra, é não combate-lo. Exatamente! Conheça e aceite o seu lado sombra, pois assim quando ele começar a aparecer você saberá como agir para que ele não tome conta.

Por exemplo, se você tem um problema sério com mulheres/homens e não consegue ser fiel por isso, entenda quais são as coisas que despertam isso em você e procure não faze-las. Depois disso se por acaso alguma dessas coisas acontecer sem o seu controle, perceba o que está acontecendo e lembre-se que aquilo é uma sombra e por trás dela tem um grande luz, então concentre-se na luz e tome a decisão correta.

 

Conclusão

Se você gosta de refletir e evoluir como ser humano, assista essa série… mas lembre-se:

  • assista sem julgar, pois se fosse você talvez faria o mesmo
  • coloque-se na situação e veja se sua sombra aparece
  • por trás de toda sombra, existe uma luz, então foque na luz

Deixe seu comentário abaixo sobre a série e sobre sua percepção da mesma. Fale um pouco sobre a questão tecnológica também que acabei abordando menos aqui, seria legal!

Compartilhe a postagem com algum amigo que assiste a série ou algum amigo que vive um dilema, talvez ajude!

Grande abraço!!!