Blog

A coerência é um problema na vida de muitas pessoas. Aposto que você conhece alguém que age de uma forma perto das pessoas e de outra em sua intimidade, isso é totalmente falta de coerência no modo de agir! Quando vejo pessoas assim logo lembro da frase: faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço.

Um exemplo recente disso foi no filme “4 Vidas de um Cachorro” que vazaram cenas de maltrato aos animais. O maior público desse filme certamente são os amantes de animais e todos esses não toleram e até fiscalizam o trato que é dado aos animais em qualquer que seja o setor, filmes, testes de produtos, campeonatos de habilidades, adestramento e muitas outras situações… será então que não pensaram que se nesse filme houvesse algum tipo de atitude suspeita as pessoas iriam “cair matando”?

Fora esse caso que foi muito recente, tenho certeza que você sabe de muitos outros. Pensando nisso me vem uma questão: e você, tem coerência em suas atitudes?

Vendo a série Black Mirror um dia desses vi um episódio que as pessoas podiam acessar qualquer parte da sua vida e rever aquele momento. Elas também podiam mostrar aos outros esses momentos se quisessem.

Já pensou se isso realmente fosse possível? Você mostraria para as pessoas os seus momentos íntimos? Você teria coragem de mostrar quem você é quando está sozinho no seu quarto? Como diria a música do capital inicial:

O que você faz quando ninguém te vê fazendo ou o que você queria fazer se ninguém pudesse te ver?

E será que mesmo você sendo um livro aberto, coerente, você está livre de julgamentos?

Vamos tentar responder essas perguntas no texto…

Conteúdo exclusivo!

Registre-se e receba gratuitamente.

Quatro vidas de um cachorro

Reparem que tem uma frase logo em cima na capa do filme que diz: “todo cachorro quatro vidas de um cachorroexiste por uma razão”. Já fica aqui o meu primeiro questionamento, como a produção de um filme que afirma isso, acaba maltratando um cachorro?

Não estou aqui para julgar o filme em si, afinal nem o assisti ainda, mas a coerência acabou se demonstrando falha nos bastidores dele.

O mais curioso disso tudo é que normalmente em uma situação dessas as pessoas costumam sabotar o filme, o que não vem acontecendo.

De acordo com informações da Folha e da Globo, o filme está com um grande sucesso de bilheteria nos EUA. Outros sites dizem que a controvérsia afetou a bilheteria de acordo com as expectativas dos criadores do filme, mas não conseguiu impedir que fosse ainda assim um sucesso.

Afetou ou não? Os bastidores influenciaram na bilheteria ou não? A falta de congruência e cuidado foi positiva ou negativa? Eu não sei responder ao certo essas perguntas. Mas tem uma pergunta que eu sei responder! Quando disserem: qual é aquele filme dos cachorros mesmo que até vazou imagens dos bastidores de maltrato? Com certeza todos lembrarão que foi o “Quatro Vidas de um Cachorro”.

E o seu filme? O que acontece nos bastidores dele?

 

Não julgue um livro pela capa

Essa frase não me agrada muito. Eu acredito muito que as pessoas devem cuidar mais do conteúdo, dos bastidores, do que da aparência, da arte final, porém temos que convir que o que mostramos para as pessoas em um primeiro momento é justamente a “capa”, e precisamos sim cuidar disso.

Não pense que estou falando de aparência física e coisas artificiais. Estou dizendo sobre você querer demonstrar aquilo que você realmente é para os outros. Se é uma pessoa boa, porque não mostrar bondade? Se é uma pessoa feliz, porque não ter uma capa de felicidade? De que adianta termos uma capa linda e nada de conteúdo e uma capa feia com muito conteúdo bom? No primeiro caso as pessoas desinteressariam rápido, no segundo talvez nem se interessassem.

Pensando dessa maneira é que eu repito e digo com toda certeza, a coerência é o melhor dos mundos.

Fazendo um link com o filme novamente, se ele não tivesse uma propaganda legal e uma chamada interessante, talvez as pessoas não se interessassem por assisti-lo, mas já que ele pareceu ser tocante, emocionante, através da sua “capa”, os bastidores também precisam ser tocantes, porém gerou revolta ao invés disso.

Portanto, não houve coerência entre a capa e o conteúdo, que nesse caso, foram os bastidores.

 

Coerência é walk the talk

Essa é uma expressão americana que traduz muito bem isso que estou falando hoje, a coerência.

Em tradução livre significa “siga as suas palavras”, ou seja, haja de acordo com aquilo que você fala.

Quantas pessoas você conhece que vivem dizendo para você fazer certas coisas que nem ela faz? Será que você é uma dessa pessoas? Agir de acordo com aquilo que se fala, para mim, vai muito além de cumprir a sua palavra. É ser coerente no que se fala, no que se prega, no que se aconselha e no que você faz para os outros ou para si mesmo.

Na linguagem empresarial, coerência é estar em conformidade. Mas não pense que estou falando apenas dos momentos de auditoria, onde se maquia muita coisa para passar na avaliação. Estou falando de estar de acordo em todos os momentos. Walk the talk!

Não adianta vender perfume e o ambiente interno “cheirar mal”. Não adianta ter um slogan que sugira felicidade se não se faz nada para os funcionários serem felizes. Não adianta prezar por qualidade se isso é a qualquer custo. Entende?

Aja conforme você prega. Consuma aquilo que você vende. Seja coerente. Tenha coerência.

 

Refletindo e Concluindo

Hoje não tem recapitulação, mas sim algumas reflexões para você ver se age com coerência:

  • Você age conforme os conselhos que dá?
  • Se você voltasse atrás, faria tudo igual você fez?
  • Quando está sozinho, você age da mesma maneira?
  • Você é a mesma pessoa com amigos, com família e no seu trabalho?
  • Você gostaria que agissem com você da mesma forma que você age com os outros?
  • Quando você está sozinho, seus pensamentos são os mesmos?
  • Existe alguma parte de você que precisa esconder dos outros?
  • Você costuma fazer algo que precise esconder de alguma pessoa?
  • E se filmassem todas as suas atitudes, será que você estaria livre de julgamentos?

Talvez essas perguntas ajudem você a refletir um pouco sobre a coerência que vem apresentando em suas atitudes. De qualquer modo, independente de qualquer coisa, cuidado com os bastidores da sua vida!

Deixe seu comentário abaixo e reflita um pouco sobre isso. Compartilhe também esse texto com quem você gosta ou com quem precise ler essas palavras.

 

Um abraço!!